Desvendada a genética da doença que curva os dedos da mão para baixo

No Norte da Europa, muitos homens com mais de 60 anos ficam com os dedos curvados devido à “doença dos vikings”. Agora descobriu-se que esta pode ser uma herança com raízes nos neandertais.

Foto
A chamada "doença dos vikings" provoca a curvatura de um ou mais dedos da mão HUGO ZEBERG/Revista MOLECULAR BIOLOGY AND EVOLUTION
Ouça este artigo
--:--
--:--

Se “doença dos vikings” lhe diz pouco, talvez seja porque não é tão comum em terras portuguesas. Como o nome deixa antever, é um problema particularmente relevante no Norte da Europa, sobretudo em homens com mais de 60 anos: nesta doença (também conhecida como “contractura de Dupuytren”), um ou mais dedos ficam permanentemente curvados para dentro ou afastados dos restantes – e, apesar de não causar dor, é desconfortável e não ajuda a manusear objectos, por exemplo. A curiosidade levou uma equipa de cientistas a tentar perceber se há factores genéticos envolvidos e acabou a descobrir mais do que isso: há 61 factores de risco genéticos, três dos quais são heranças dos neandertais.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Comentar