A lenta agonia da Ordem dos Advogados

A OA, de há quase 20 anos para cá, caracteriza-se pela inércia, pelo abandono dos seus deveres, pelo ajoelhar face a todos os poderes, desde o judicial ao político.

A primeira fase da eleição para os corpos gerentes da Ordem dos Advogados não trouxe surpresas. Dum lado, o actual bastonário foi repudiado, o que, não sendo vulgar, não é de estranhar. Mas o que releva é apurar os critérios da advocacia para destacar dois candidatos a bastonário de entre um universo de sete candidatos.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.