Se a inflação for maior, Governo terá de corrigir aumento das pensões

António Costa garante que medida do Governo não penaliza rendimento dos pensionistas até ao final de 2023. Mas se a previsão de inflação falhar, valores do aumento terão de ser ajustados.

Foto
António Costa alega que complemento de Outubro evita que pensionistas sejam prejudicados Nuno Ferreira Santos

A proposta de aumento das pensões em 2023, situada entre 3,53% e 4,43%, foi esta sexta-feira aprovada pelo Parlamento, mas se a inflação e o crescimento da economia até Novembro acabar por ficar acima daquilo que é previsto pelo Governo, este terá, para cumprir as promessas feitas nas últimas semanas, de rever em alta as actualizações realizadas.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários