Uma mulher com demência esteve desaparecida três dias no Texas. O ladrar do seu cão salvou-a

Sherry e Max foram encontrados numa parte “extremamente densa” e “pantanosa” de um bosque, onde qualquer um se pode facilmente perder.

Foto
Durante três dias, um grupo de voluntários e socorristas procurou por Sherry com drones térmicos, mas foi o seu cão que acabou por a salvar Cortesia da Esquadra 5 do Condado de Harris

Sherry Noppe tem 63 anos e foi recentemente diagnosticada com demência. Por isso, quando, no dia 3 de Maio, não regressou a casa depois de ter saído para passear o seu cão, um labrador preto, pelas ruas de Katy, uma pequena cidade nos subúrbios de Houston, Texas, a família fez soar os alarmes. Mas ninguém tinha avistado Sherry ou o cão, Max.

Sugerir correcção
Comentar