Quando as mães ganham mais do que os pais, acabam por fazer mais tarefas em casa

O estudo de Joanna Syrda usou dados do Institute of Family Studies e analisou a relação entre o rendimento conjugal e a divisão do trabalho doméstico de mais de 6000 casais heterossexuais entre 1999 e 2017.

Foto
Hayley Clues/Unsplash

Em 2013, quando Betty Choi estava grávida do primeiro filho, ganhava três vezes mais do que o marido, que, como ela, também era médico. Na época, a especialista tinha dois empregos, como médica assistente e autora de livros. Já o marido estava com uma bolsa de investigação e, muitas vezes, trabalhava cerca de cem horas semanais.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários