Revelações de jurados podem pôr o veredicto de Ghislaine Maxwell em perigo, dizem especialistas

Dois membros do júri revelaram publicamente que foram vítimas de abuso sexual, um passado que não incluíram nos questionários levados a cabo antes do julgamento.

Foto
Maxwell enfrenta até 65 anos de prisão REUTERS/JANE ROSENBERG

A condenação por tráfico sexual e aliciamento de menores de Ghislaine Maxwell, com pouco mais de uma semana, pode estar em perigo, de acordo com os especialistas em justiça. Ao longo da semana, dois membros do júri revelaram que foram vítimas de abuso sexual, um passado que não incluíram nos questionários levados a cabo antes do julgamento e que servem para escolher os jurados. Os advogados de Ghislaine Maxwell, braço direito do magnata multimilionário Jeffrey Epstein, preparam-se, agora, para pedir um um novo julgamento. A juíza responsável deverá tomar uma decisão até ao final deste mês.

Sugerir correcção
Comentar