Morreu Alan Brown Scott, o pioneiro no uso médico do botox

Os médicos começaram a perceber que o botox, além de aliviar os distúrbios oculares, fazia com que algumas rugas entre as sobrancelhas desaparecessem. Oftalmologista tinha 89 anos.

Foto
Alan Brown Scott tinha 89 anos e deixou cinco filhos e quatro enteados, além de netos e bisnetos DR

Alan Brown Scott, um oftalmologista que foi o pioneiro nas primeiras aplicações médicas do botox, usado para corrigir o estrabismo, mas cujo uso se tornou mais conhecido como um elixir da juventude porque permite disfarçar as rugas, morreu na passada quinta-feira, dia 16 de Dezembro, num hospital em Greenbrae, Califórnia. Tinha 89 anos. A causa da morte foi septicemia, informou Alison Ferguson, filha do médico.

Sugerir correcção
Comentar