Torel Palace Porto: uma ode à literatura portuguesa em forma de hotel

Fernando Pessoa, Eugénio de Andrade, Eça de Queirós e outros escritores que tais encontraram morada na zona da Batalha, no centro do Porto. O mais novo elemento da cadeia Torel faz-lhes uma vénia, desafiando quem por ali passa a mergulhar nos seus escritos.

hotelaria,gastronomia,fugas,jose-saramago,porto,turismo,
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
hotelaria,gastronomia,fugas,jose-saramago,porto,turismo,
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
hotelaria,gastronomia,fugas,jose-saramago,porto,turismo,
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
hotelaria,gastronomia,fugas,jose-saramago,porto,turismo,
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda
Fotogaleria
Hotel Torel Palace Porto Adriano Miranda

Se a história do Torel Palace Porto fosse vertida para um livro, este teria que ser encadernado em capa dura, com relevos e letras douradas. Floreados quanto baste, a combinar com um passado burguês e um presente repleto de requinte. O mais novo elemento da cadeia Torel Boutiques nasceu da recuperação de um palácio datado de 1861, em pleno centro do Porto, mais concretamente na zona da Batalha, e foi buscar inspiração aos grandes nomes da literatura portuguesa para dar vida e alma ao seu interior. Eça de Queirós, Florbela Espanca, Alexandre Herculano, Fernando Pessoa e Eugénio de Andrade são alguns dos nomes que passaram a habitar o Palacete Campos Navarro, a par com o Nobel José Saramago, cujo Ensaio Sobre A Cegueira serve de inspiração para o bar e restaurante. Uma verdadeira ode à literatura portuguesa em forma de hotel.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários