Saldos iguais aos do OE 2022 não chegam para baixar dívida de 100% do PIB

Conselho das Finanças Públicas calcula que para colocar o défice abaixo de 100% do PIB até 2035 será necessário os saldos orçamentais e o peso da despesa pública regressarem para os níveis atingidos antes da pandemia

Foto
Nazaré da Costa Cabral, presidente do CFP Daniel Rocha

Para que a dívida pública portuguesa seja sustentável a longo prazo, o país vai ter de aplicar uma política orçamental semelhante à adoptada nos anos imediatamente anteriores à pandemia, com uma redução do défice público para valores próximos de zero, defende o Conselho das Finanças Públicas (CFP), que alerta ainda para os riscos para as finanças públicas trazidos pelas alterações climáticas.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários