Sinais do tempo no abalo do PSD

Ao contrário do que se previa, a vitória das autárquicas penalizou Rio – porque deu ao PSD um suplemento de alma, um acréscimo de fé que leva a acreditar mais a sério numa oportunidade de poder.

Está ainda por se perceber se o alerta de Rui Rio para os perigos da coincidência entre uma eleição interna no PSD e a antecipação de eleições legislativas resultou de um desejo íntimo ou de uma reflexão racional sobre a situação política. Com mais probabilidade podem ter acontecido as duas coisas. O que já se percebeu é que o seu alerta falhou. E esse falhanço exprime uma mudança no principal partido que reduz o espaço de manobra de Rui Rio para poder disputar com outras possibilidades de vencer umas eleições com António Costa. Rio arrisca-se a ter sobrevivido a inúmeras tempestades para naufragar no momento da bonança.

Sugerir correcção
Ler 16 comentários