Irmãos iraquianos identificados em vídeos e fotografias como elementos da polícia religiosa do Daesh

Equipa especial das Nações Unidas que investiga crimes do Daesh tem provas contra os dois irmãos que estão em prisão preventiva por indícios de um crime de adesão a organização terrorista internacional, um crime de terrorismo internacional e um crime contra a humanidade.

Foto
Testemunhas garantem que os irmãos actuavam em Mossul Reuters/SUHAIB SALEM

Yasser e Ammar, os dois irmãos iraquianos detidos por suspeitas de pertencerem à organização terrorista Daesh foram identificados em vídeos e fotografias de propaganda do autoproclamado Estado Islâmico (EI). E, sabe o PÚBLICO, há testemunhos que os identificam como elementos da polícia religiosa ou de costumes do Estado Islâmico, a Hisbah, em Mossul, no Iraque. Descrevem actos de tortura, de invasões de propriedade e de destruição de bens levadas a cabo por ambos.

Sugerir correcção
Ler 18 comentários