Meta de Bruxelas para CO2 é um “enorme” desafio para a indústria portuguesa

Uma fatia de 99% da produção nacional de carros assenta em motores com os dias contados. Nenhuma fábrica nacional está no roteiro eléctrico. Como dar a volta?

Foto
Miguel Manso

Portugal produziu 264 mil veículos em 2020. Cerca de 99% desta produção estará proibida em 2035, à luz das novas regras de emissões de CO2 propostas pela Comissão Europeia. Bruxelas exige emissões zero para os novos carros em 2035 para atingir a meta de redução de 55% nas emissões dos automóveis. O mesmo é dizer: o motor de combustão interna “morre” daqui a 14 anos.