António Almeida & Filhos pediu insolvência depois de rejeitadas três propostas de compra

Empresa têxtil de Guimarães, com 65 anos, é detida por bancos através do Fundo de Recuperação. Tinha três candidatos, um dos quais decidiu retirar-se de qualquer negócio futuro.

Foto
A Coelima tem trabalhado para a António Almeida & Filhos, uma empresa "irmã" que agora também enfrenta a insolvência Adriano Miranda (arquivo)

A empresa António Almeida & Filhos (AAF), fundada há 65 anos, apresentou-se à insolvência no Tribunal de Guimarães. São 190 trabalhadores que vêem a vida a andar para trás às portas do Verão, depois de o Fundo de Recuperação (FR), que detém esta unidade, ter rejeitado as três propostas de compra que tinha em cima da mesa.