De Nuno Markl a Sara Sampaio, figuras públicas reagem à morte de Constança Braddell

As redes sociais encheram-se de homenagens depois de ter sido anunciada a morte de Constança Braddell, a jovem de 24 anos que tornou pública a sua luta contra a fibrose quística.

Foto
INSTAGRAM

Constança Braddell, a jovem de 24 que sofria de fibrose quística, morreu este domingo. Estava internada em estado muito grave desde Junho, tendo o óbito sido confirmado pela família, que publicou um comunicado na conta de Instagram de Constança.

“A Constança viveu constantemente a sua vida com um admirável positivismo e entrega. Nunca tomou nada por garantido, apreciando cada momento da sua vida como se fosse o seu último”, pode ler-se na publicação. “A Constança mostrou ao mundo o significado de ‘Acreditar’ e tornou-se numa inspiração para todos nós. Ela será e permanecerá sempre uma fonte de inspiração. Aquela com o sorriso mais contagioso, que radiava energia e uma força de espírito inigualável.”

Após a família ter anunciado a morte de Constança Braddell, a Internet encheu-se de homenagens à jovem. Nuno Markl usou o Instagram para enaltecer o “trabalho feito” da jovem na exposição da doença, na “sua luta contra a burocracia” e “pelo acesso ao medicamento Kaftrio”, dizendo que “Constança foi uma estrela cadente cuja breve passagem de 24 anos por este planeta não foi feita só de sofrimento mas também de heroísmo”. 

Também Carolina Deslandes mostrou a sua tristeza. “Banhaste este ano de esperança, de gratidão e de força. Fizeste da tua luta uma luta colectiva, e nunca te calaste e nunca desististe.”

A apresentadora e directora de de entretenimento e ficção da TVI, Cristina Ferreira, também reagiu à morte de Constança Braddell, definindo-a como um “exemplo”. O actor Lourenço Ortigão partilhou também uma mensagem.

Sara Sampaio partilhou uma storie em que escreveu que a vida é muitas vezes “injusta” e a cantora April Ivy usou a mesma forma para escrever “descansa em paz”. 

Foto
INSTAGRAM

O deputado do PSD e médico Ricardo Baptista Leite disse que Constança “fez-nos acreditar e inspirou quem a acompanhou a ter esperança no futuro”. 

A Associação Nacional de Fibrose Quística emitiu um comunicado no qual pode ler-se que “ao tornar público o seu caso pessoal, a Constança tornou-se o rosto dos cerca de 400 pacientes que vivem em Portugal com fibrose quística. Conseguiu uma atenção junto da população em geral nunca antes atingida na luta contra a fibrose quística, expondo as dificuldades diárias de todos os que vivem com esta doença.”