Jovens licenciados tiveram a maior quebra salarial na década passada: 17%

Mais educação protege o emprego, mas salário médio dos jovens licenciados caiu desde 2010 até 2018. Mulheres são mais qualificadas, mas ganham até 38% menos do que os homens.

trabalho-emprego,educacao,economia,emprego,uniao-europeia,universidades,
Fotogaleria
Sara Jesus Palma (arquivo)
trabalho-emprego,educacao,economia,emprego,uniao-europeia,universidades,
Fotogaleria
Nelson Garrido

Apostar na educação traz ganhos salariais, mas estes têm diminuído ao longo dos anos. E os jovens licenciados, com idades entre os 24 e os 35 anos, foram aqueles que, entre 2010 e 2018, mais viram diminuir esses ganhos salariais.