Seara Nova: a grande revista de oposição do século XX faz cem anos

Lançada a 15 de Outubro de 1921 por um grupo de intelectuais republicanos livres de obediências partidárias, combateu a ditadura militar e o Estado Novo e chegou a 1984 com 1604 números publicados. O programa do centenário, que inclui uma extensa série de colóquios, é apresentado esta terça-feira.

Foto
O grupo de fundadores da Seara Nova incluía intelectuais como Raul Proença, Aquilino Ribeiro, Jaime Cortesão e Raul Brandão DR

O programa do centenário da Seara Nova, cujo número inaugural foi publicado a 15 de Outubro de 1921, e que ainda hoje se publica, é apresentado esta terça-feira na Câmara Municipal de Lisboa e incluirá, entre várias outras iniciativas, uma extensa série de colóquios – a começar na Gulbenkian, a 12 de Outubro, com Os Seareiros –, uma exposição itinerante e a estreia do documentário Há 100 anos, a Seara Nova, realizado por Diana Andringa.