Ideias para relaxar em família: emoções, ciência e orelhas de Páscoa, dentro e fora de portas

Sugestões para entreter e animar os miúdos nos próximos dias.

Foto
A Passos e Compassos celebra a Páscoa com Férias Culturais em Casa DR/Easypeasyandfun.com

ACTIVIDADES

29 de Março a 3 de Abril
Páscoa 2021: Férias Culturais em Casa
Dos 6 aos 12 anos

Um programa com orelhas de Páscoa para entreter os mais novos (famílias incluídas), em casa. O alinhamento, gratuito, é fornecido diariamente na casa online da associação Passos e Compassos, em Palmela, com actividades que vão do teatro à dança, da música às artes plásticas, sem esquecer os livros, a culinária, um passeio virtual pelo Museu da Música Mecânica e a tradicional Queima do Judas.

2 a 4 de Abril
Onde Tens a Cabeça?
Dos 4 aos 6 anos

O Museu Colecção Berardo, Lisboa, convida a descobrir a cabeça, o tronco e os membros de uma criatura escondida nas obras de arte. Peça a peça, entre cores, texturas e formas, são dadas a conhecer seis obras da colecção e é desvendado o mistério. A actividade é orientada por Francisca Valador e Inês Machado, integrada no programa educativo do museu #MCB_OnlineKids. Grátis.

3 de Abril
Que Cara Fazes Quando Comes Uma Fatia de Bolo de Chocolate?

“Bochecha para cima, olho para este lado, mas assim não combina, está tudo desorganizado! Mas que cara é essa? Roda de novo, gira para este lado vamos combinar até acharmos uma cara catita do jeito mais engraçado.” Promovida pelo Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha na sua página de Facebook e sob a orientação de Tânia Clímaco, esta oficina para toda a família ensina a construir um pop-up que gira e forma várias personagens. Começa às 11h e é de participação livre. A lista de materiais a levar “na mala” inclui compasso, tesoura, cartão, cola, lápis, marcadores e revistas para recortar.

MÚSICA

3 a 5 de Abril
Programa Infantil de Páscoa
Maiores de 3 meses

Um concerto por dia, à altura dos mais novos, para celebrar a quadra pascal. A iniciativa da ECHO (European Concert Hall Organization) junta a Casa da Música do Porto, a Elbphilharmonie de Hamburgo e a Konserthuset de Estocolmo no mesmo palco digital, com a transmissão simultânea de concertos, sempre às 14h, nas respectivas moradas online. O périplo tem início com Trills and Dragon Ears (sábado), passando depois pel’O Carnaval dos Animais (domingo) e por Somnia! What Do Dreams Sounds Like? (segunda). A entrada é gratuita.

TEATRO

Até 4 de Abril
A Casinha de Chocolate

Música, teatro e dança combinam-se para contar a história clássica saída do conto Hänsel e Gretel dos irmãos Grimm, em que duas crianças perdidas não resistem à tentação de entrar numa casinha de chocolate. O problema é que ali vive uma bruxa para quem as guloseimas são elas. A encenação é de João Pedro Santos. Para entrar, basta apresentar o bilhete à porta do Ticketline Live Stage (8€, válido para toda a família e para ver quantas vezes quiser).

3 e 4 de Abril
Azul Vermelho Azul Manteiga
Maiores de 6 anos

Depois da estreia nos palcos digitais do LU.CA - Teatro Luís de Camões, em Lisboa, e d’A Oficina, em Guimarães, o espectáculo entra na sala virtual do Teatro Municipal do Porto, a reboque do Foco Famílias Especial desenhado para o período da Páscoa. Vem assinado pela companhia Cão Solteiro que, a partir das obras de Michel Pastoureau, Josef Albers e Ludwig Wittgenstein, explora o que está por detrás das cores. Elas que, referem, “têm sentimentos, têm amigos e inimigos, ensinam códigos que seguimos sem pensar, influenciam profundamente o ambiente, os comportamentos, a linguagem e a imaginação”. O cenário musical é da autoria de Filipe Sambado. A entrada é livre.

EXPOSIÇÃO

A partir de 7 de Abril
Meet Vincent van Gogh

Instalada à beira-Tejo, a premiada experiência imersiva e multissensorial dedicada à história do famoso pintor holandês torna a abrir portas. Com a carreira interrompida pela pandemia, a exposição continuará por Lisboa para dar a conhecer não só as obras, mas também a vida do homem por detrás do artista. Pelas mãos do Museu Van Gogh, em Amesterdão, e da produtora portuguesa UAU, entre projecções, jogos de sombras, filmes e fotografias, são recriados locais de destaque como a Casa Amarela ou o quarto, numa viagem aos sentimentos, amores, angústias e pensamentos do pintor. Há ainda estações onde é possível “restaurar” quadros, recriar pinceladas ao estilo do mestre ou estudar a ciência das obras e a influência das mesmas na actualidade. A reabertura traz novos horários: de quarta a sexta, das 10h às 19h; sábado e domingo, das 9h às 13h. Os bilhetes normais custam 13€ (dias úteis) e 15€ (fim-de-semana), valores sujeitos a desconto para estudantes, crianças, jovens, seniores e famílias. Mais informações aqui.

SÉRIE

Em permanência
Ginja
Dos 5 aos 10 anos

Emoções, ciência e educação. É nestes eixos que se move o Ginja, personagem central da série com o mesmo nome, que tem como missão guiar o público infantil numa viagem ao mundo das emoções. À boleia da pandemia e das dificuldades que com ela vieram à tona, e com a narrativa enquadrada no cenário das ondas do mar – que, tal como as emoções, “vêm e vão, não as podemos parar” –, o projecto pretende ajudar as crianças a “reconhecer o que sentem, perceber a razão e utilizar as suas emoções” para surfar essas ondas (ao invés de ser arrastado). Um treino para “atletas emocionais”, gratuito e flexível, ao ritmo de cada família, onde a par de uma série de vídeos educativos, há actividades temáticas e um podcast. Tudo à mão de semear, em www.emocoes.org.

VISITAS

A partir de 5 de Abril
Pavilhão do Conhecimento

Em Lisboa, a reabertura do Pavilhão do Conhecimento vem solidarizada com Pais à Beira de Um Ataque de Nervos. É esse o mote da campanha que promove as visitas presenciais ao Centro Ciência Viva com uma vénia aos “homens e mulheres dos sete ofícios que tiveram de trabalhar, ensinar, cozinhar, limpar e apagar todos os fogos que surgiam minuto a minuto”, referem em comunicado, nestes meses de confinamento. Em vigor até final de Maio, a iniciativa brinda estes “maratonistas” com um desconto de 50% no bilhete de adulto, na compra de um bilhete de criança. Uma boa oportunidade para (re)ver a exposição interactiva Viral - Uma Experiência Contagiante, que dá a conhecer as várias vertentes do contágio – doenças, economias, ideias, comportamentos ou emoções – explorando o seu impacto nas nossas vidas (pandemia covid-19 incluída). De terça a sexta, das 10h às 18h; fins-de-semana e feriados, até às 13h. Os preços variam entre 7€ e 10€ (grátis para crianças até aos dois anos).

A partir de 6 de Abril
Parque Biológico da Serra da Lousã

Auto-apresentado como “a maior amostra da fauna selvagem de Portugal”, o parque situado em Miranda do Corvo volta a desconfinar as portas, convidando miúdos e graúdos para um passeio na floresta, na companhia dos residentes. De corsos a cabras, passando por javalis, linces, lobos, lontras, veados, raposas, ursos-pardos, águias, gansos, corujas ou tartarugas, são várias as espécies presentes na reserva, ladeadas pela diversidade da flora (castanheiros, carvalhos e medronheiros são apenas alguns dos exemplos). Há ainda uma Quinta Pedagógica, visitas guiadas e actividades que vão dos passeios de charrete à alimentação de animais e aos jogos tradicionais. Das 10h às 19h, com bilhetes a 8€ (5,50€ dos 3 aos 15 anos).