Novo hotel de luxo em Alfama abre “em breve”: novas artes em velhas oficinas

São Vicente Alfama Hotel confirma abertura num edifício histórico, o antigo Instituto de Artes e Ofícios da Fundação Ricardo Espírito Santo. Grupo Trius garante “integração do património cultural e artístico” e que “traça exterior do prédio foi inteiramente recuperada e respeitada”.

hoteis,praca-espanha,fundacao-ricardo-espirito-santo-silva,fugas,lisboa,turismo,
Fotogaleria
Imagem de projecto do novo hotel em Alfama DR
hoteis,praca-espanha,fundacao-ricardo-espirito-santo-silva,fugas,lisboa,turismo,
Fotogaleria
Imagem de projecto do novo hotel em Alfama
hoteis,praca-espanha,fundacao-ricardo-espirito-santo-silva,fugas,lisboa,turismo,
Fotogaleria
Imagem de projecto do novo hotel em Alfama
hoteis,praca-espanha,fundacao-ricardo-espirito-santo-silva,fugas,lisboa,turismo,
Fotogaleria
Imagem de projecto do novo hotel em Alfama
Serviços de design de interiores
Fotogaleria
Imagem de projecto do novo hotel em Alfama

Em Lisboa, na Calçada de São Vicente, 38, aprenderam-se muitas artes e ofícios ao longo dos anos. Eram aqui as oficinas do Instituto de Artes e Ofícios da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva. Agora, as artes são outras: as da hotelaria. É neste edifício histórico que se ultimam os preparativos para abrir a segunda casa da Trius Hotels, novo grupo hoteleiro português que se estreou há poucos meses com o Icons, numa zona também lisboeta mas muito diferente, perto da Praça de Espanha.

O grupo Trius confirma agora que o São Vicente Alfama, “quatro estrelas superior”, vai mesmo abrir no “primeiro trimestre de 2021”. Depois de “um ano negro para o sector”, como se sublinha na apresentação do hotel, a “retoma vai ser exigente”, por isso, garante o grupo, a “aposta” vai passar pela “oferta de serviços que marquem a diferença e despertem a curiosidade do cliente”.

Foto
Parte do edíficio numa antiga imagem de divulgação da CML CML

O hotel, “com assinatura”, tem como conceito “uma homenagem à história do edifício-mãe, o Antigo Instituto de Artes e Ofícios, mas também ao padroeiro da cidade de Lisboa, São Vicente”. 

O grupo garante ainda que a “traça exterior do prédio foi inteiramente recuperada e respeitada, assim como a integração do património cultural e artístico” que, “por ser único”, “está no ADN de todo o espaço”. “É um prédio que se destaca em Alfama e importa honrar essa importância”, dizia à Fugas Erik Ussene, que lidera o Trius Hotels, na altura da abertura da primeira unidade.

Foto
O alçado do hotel em imagem divulgada pelo grupo Trius DR

Sem revelar ainda mais detalhes, o São Vicente Alfama Hotel anuncia “experiências criativas desenhadas para os clientes e hóspedes”, através de uma parceria com o Atelier Lisboa Nossa - Azulejaria da Anabela Cardoso, e um espaço exclusivamente dedicado à música, onde esta terá um papel de “regeneração”, aqui com uma parceria com a So Sound Solutions.

Na restauração, promete um espaço de “matriz bem portuguesa” onde se apostará na conjugação de pratos, petiscos e “vinhos biológicos”.

Foto
Imagem de projecto do novo hotel em Alfama DR

No Verão passado, abriu o The Icons, o primeiro hotel da marca Trius, um grupo que nasce da nova geração de uma família dedicada ao sector da hotelaria. “Crescemos a ver o nosso avô ligado à hotelaria, e depois o nosso pai, e queremos aliar essa experiência à nossa irreverência”, dizia, então, à Fugas Erik Ussene, que está à frente dos projectos com o irmão.

Ainda nesta Primavera, o grupo garante que vai abrir o Vila Sena Hotel, “um 3 estrelas direccionado para o cliente de negócios”, perto do aeroporto de Lisboa.