PIB sai da pandemia com menos 5% do que o previsto antes da crise

Banco de Portugal vê a economia a crescer 3,9% em 2021, mas, num cenário mais severo, a actividade pode progredir menos de 1,5%.

Foto
Depois de uma queda acentuada, as exportações deverão crescer 9,2% em 2021 Daniel Rocha

A contar com uma recuperação gradual e muito dependente da evolução da pandemia, o Banco de Portugal (BdP) acredita que a retoma económica do país poderá acontecer progressivamente a partir da primeira metade do próximo ano e levar o Produto Interno Bruto (PIB) de 2021 a crescer 3,9%.