Clara Não

“Costumo dizer que só aceito ser princesa num principado democrático”

Clara Não quer educar os (ainda hipotéticos) filhos como feministas e sem dar só o exemplo de princesas que dependem de príncipes.

amor,design,entrevista,artes,livros,porto,
Fotogaleria
amor,design,entrevista,artes,livros,porto,
Fotogaleria
amor,design,entrevista,artes,livros,porto,
Fotogaleria
amor,design,entrevista,artes,livros,porto,
Fotogaleria

Ilustradora, activista, artista, DJ, escritora, feminista – assim é Clara Não. A jovem natural de Grijó, Vila Nova de Gaia, sempre teve o feminismo e as manualidades muito presentes na sua vida. Licenciada em Design da Comunicação e mestre em Desenho e Técnicas de Impressão pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, Clara Não (ou Clara Silva) estreou-se como autora com o livro Miga, Esquece Lá Isso!, editado pela Ideias de Ler, no ano passado.