Zona Franca da Madeira foi a placa giratória do BES para a Venezuela e Angola

Sucursal da zona franca serviu para o banco angariar clientes da América do Sul e África. PDVSA e outras empresas venezuelanas chegaram a ter quase 7000 milhões de dólares no BES. Depósitos eram investidos no GES.

Foto
A liderança da ZFE respondia a Salgado, embora formalmente reportasse a José Manuel Espírito Santo Rui Gaudêncio

O país vivia sob o escudo da troika. A queda dos Espírito Santo parecia inimaginável naquele ano da graça de 2011 e, numa banal segunda-feira 14 de Novembro, Ricardo Salgado faz um gesto trivial para qualquer gestor atarefado. Pega na sua agenda e escreve um pequeno lembrete a lápis: “Falar Schneider Areias 13.”