Os bastidores, as reuniões secretas e os atalhos até à venda da PT Portugal à Altice, meses depois de ter sido absorvida pela Oi. Esta é a crónica da maior destruição de valor de que há memória na história empresarial portuguesa. Os gestores da “velha” PT estão sob suspeita por gestão danosa.

  • Os bastidores, as reuniões secretas e os atalhos até à venda da PT Portugal à Altice, meses depois de ter sido absorvida pela Oi. Esta é a crónica da maior destruição de valor de que há memória na história empresarial portuguesa. Os gestores da “velha” PT estão sob suspeita por gestão danosa.

  • A proposta que prevê a troca de títulos de dívida do banco por depósitos já está a chegar aos clientes particulares. Tabela prevê juros crescentes consoante o prazo das obrigações, a começar num mínimo de 6%.

  • Presidência da República ainda não recebeu diploma que deveria estar em vigor antes desta quinta-feira, quando se completam três anos sobre a resolução do BES.

  • Só mesmo Passos se atreveria a deixar cair o GES com tamanho estrondo – e esse é bem capaz de ser o maior legado dos seus quatro anos à frente do país.

  • O Novo Banco já definiu o passo mais decisivo para concretizar a sua venda à Lone Star: recompra antecipadamente dezenas de séries de obrigações a preço de mercado e paga com depósitos. O saldo entre o que gasta e o que poupa em juros permite ter uma folga de 500 milhões para melhorar a solidez.

  • A Associação de Defesa de Clientes Bancários (ABESD) considerou hoje injusto que parte dos clientes reformados da Caixa Geral de Depósitos (CGD) passem, a partir de 1 de Setembro, a pagar comissão de manutenção da conta.