Na vida de luxo do juiz Rangel um almoço podia custar 19 mil euros

Acórdão que mantém expulsão da magistratura alude à utilização da identidade de cidadãos estrangeiros para escapar a multas por excesso de velocidade e ao desenvolvimento de actividades imobiliárias.

Governo Sombra
Foto
LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

A pouco tempo de se conhecer o teor da acusação do processo conhecido por Operação Lex, que tem como principal arguido o agora ex-juiz Rui Rangel, o Supremo Tribunal de Justiça veio revelar a vida de luxo que levava o magistrado, incompatível com um vencimento que não chegava aos quatro mil euros mensais.