Coronavírus: Agência Abreu adia a sua feira das viagens

O Mundo Abreu, a maior feira de viagens dirigida ao público, foi adiada: passou do final deste mês para Maio.

Foto
A BTL realiza-se, garante a AIP, de 11 a 15 de Março "como planeado" Nuno Ferreira Santos

Apesar dos cancelamentos de eventos e grandes feiras de turismo europeias, como a de Paris ou a de Berlim, esta dita a maior do mundo, a BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa vai mesmo realizar-se nas datas previstas na FIL, de 11 a 15 de Março, reconfirmou a Associação Industrial Portuguesa ao PÚBLICO esta quarta-feira à tarde. Já a feira de viagens da Agência Abreu, programada para o final do mês no mesmo local, foi adiada por segurança: o Mundo Abreu, que, tal como a BTL, pode receber mais de 70 mil visitantes, só irá decorrer em Maio.

A razão para o adiamento do evento da Abreu prende-se com os receios em volta do novo coronavírus e com a necessidade de segurança. “Queremos, essencialmente, que o evento se realize numa data em que as pessoas estejam descontraídas, a pensar no Verão, nas suas férias”, disse ao PÚBLICO o director comercial da agência, Pedro Quintela. “Esperamos que nessa altura o pico de disseminação do Covid-19 já esteja em rescaldo”, salienta.

Em relação ao estado actual do mercado de viagens, o responsável, embora não adiante dados, admite haver “uma retracção natural dos clientes”. “Mas estamos atentos, a envidar todos os nossos esforços no esclarecimento de dúvidas e na sugestão de destinos mais adequados às circunstâncias”, sublinha, garantindo que a agência está também “avaliando o caso de cada cliente na remarcação das viagens que tenham comprado”.

Sobre a realização da BTL, Pedro Quintela não tece comentários, até porque a agência não planeava participar na feira. “Ainda no ano passado, ao avaliar o plano de participações em feiras para este ano, decidimos não participar”, indica. “A decisão de não estarmos presentes este ano nada tem a ver com a situação actual”, reforça. 

O Mundo Abreu, que passa assim a decorrer nos dias 16 e 17 de Maio na FIL, é acompanhado pelo lançamento das mesmas promoções e destaques na rede de 145 lojas Abreu por todo o país.

BTL 2019 mantém-se, mas com precauções

“Tudo continua como planeado”, confirmava na segunda-feira ao PÚBLICO a Associação Industrial Portuguesa (AIP), responsável pela realização da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa na FIL do Parque das Nações, em Lisboa. Essa decisão foi reconfirmada por duas ocasiões esta quarta-feira à tarde. No certame, que em 2019 foi visitado por cerca de 70 mil pessoas (metade profissionais, metade público, aproximadamente), deverão participar cerca de "1500 expositores de 67 destinos internacionais”.

A única alteração nos planos, até ao momento, será a implementação de um “Plano de Mitigação de Riscos, tendo em conta as orientações da Organização Mundial de Saúde e da Direcção Geral de Saúde”, resumido em documento da AIP.

Foto
Na BTL 2020 deverão participar cerca de 1500 expositores Nuno Ferreira Santos

Neste, “de forma a minimizar os possíveis impactos inerentes a este vírus”, destacam-se a colocação de “informação sobre os cuidados a ter, em locais visíveis nos pavilhões”, “dispensadores com gel desinfectante à entrada e no recinto”, “reforço dos serviços de apoio médico, com a activação de um Posto Médico Avançado com médico e enfermeiro em permanência”, “implementação de uma área de isolamento para casos suspeitos, com os respectivos circuito e protocolo de evacuação”, “difusão de informação e boas práticas a seguir junto dos colaboradores do Grupo Fundação AIP, de forma a minimizar o potencial risco associado ao desempenho das suas funções”.

Além deste resumo das medidas de segurança acrescida, a BTL “apela ao sentido de responsabilidade” dos participantes: todos os que “considerem poder ter estado expostos a um potencial risco de contágio, ou em zonas de risco”, sublinham, “que se abstenham de participar na edição de 2020 da BTL”. 

Na edição de 2020, os destinos estrela são a República Dominicana (destino internacional convidado), o Porto e Norte (destino nacional) e Anadia (município convidado). Segundo a AIP, “apesar das circunstâncias actuais, foram registados apenas três cancelamentos”, mas estes cancelamentos serão de “unidades hoteleiras”, segundo indicação do gabinete de comunicação da organização. 

Quanto a destinos, nomeadamente os que têm estado mais em foco no surto do novo coronavírus, a Itália primará pela ausência, mas a China estará presente com uma delegação oficial, para além do tradicional destaque dado à região de Macau.