Análise

Os protestantes que inventaram o nacionalismo irlandês

Os irlandeses não querem repetir os erros do “Brexi” britânico. A reunificação mexe com fantasmas do passado. Os políticos têm de aprender, com o “Brexit” e com a História.

Começo por uma citação: “Unir todo o povo da Irlanda, abolir a memória das dissensões do passado e substituir pelo nome comum de Irlandeses as denominações de Protestante, Católico e Dissidente – estes eram os meus desígnios.” Parece um programa adequado quando se volta a falar na reunificação da Irlanda e no fim do sectarismo político-religioso. Mas estas palavras vêm de longe, muito longe.