Sete ideias para sair esta semana

Festas, tradições e tentações, de Lisboa ao Porto ou Montalegre, do Seixal a Santiago do Cacém e mais país. Boas ideias para ir dar uma volta.

Carnaval
Foto
Miguel Manso

LISBOA
Sorte de rato

Dia 25 de Janeiro
Museu do Oriente

Depois do porco, entramos no ano do rato. É ele que domina o calendário chinês do ano que arranca neste dia, 25 de Janeiro, dando início a um novo ciclo do zodíaco composto por 12 animais. Ao primeiro lugar desta linha de signos, somam-se os significados associados ao rato, com a agilidade, a inteligência e a acumulação de riqueza a dominar a rituais de sorte e de prosperidade. A celebração impõe-se, pois, à escala do simbolismo e da tradição chinesa, com iniciativas por todo mundo. Em Lisboa, depois dos desfiles que juntaram centenas de lanternas vermelhas, dragões, serpentes e acrobatas na Alameda D. Afonso Henriques (dias 18 e 19), é o Museu do Oriente que dá as cartas da festa, com um conjunto de actividades para todas as idades. Na agenda deste sábado estão Jianzhi, um workshop onde se ensina a arte milenar dos recortes de papel (das 10h às 13h, 35€, M/16); Uma Festa das Lanternas, onde crianças dos sete aos 12 anos aprendem a fazer as tradicionais lanternas (das 15h às 17h, 5€); e o recital de árias e canções de Isabel Alcobia e Shao Ling (19h, 12€). Neste dia, a entrada no museu é gratuita. 

 

PÚBLICO -
Foto
DR

MONTALEGRE
Tradições das entranhas

De 23 a 26 de Janeiro
Pavilhão Multiusos - Parque de Exposições e Feiras

Chouriça, salpicão, rojões, alheiras, sangueiras, chouriço de abóbora, morcelas, presuntos, orelheiras, pés, filhós… Directamente das entranhas do mundo rural, a Feira do Fumeiro e Presunto volta a prestar tributo à gastronomia barrosã. Numa tradição que remonta a 1992, e que todos os anos atrai milhares de visitantes à vila transmontana, o certame põe à prova as iguarias certificadas da terra, lado a lado com um cartaz recheado onde não faltam música, petiscos, artesanato e outros produtos da região, como o folar de ovos, a bica de carne, o pão de centeio, chás, compotas ou licores. Há ainda espaço para show cookings e a apresentação da Rede de Tabernas do Alto Tâmega. A organização é da Câmara Municipal, em parceria com a Associação dos Produtores de Fumeiro da Terra Fria Barrosã.
Horário: sexta, das 10h às 2h; sábado, das 10h às 3h; domingo, das 10h às 20h.
Entrada livre

 

PÚBLICO -
Foto
DR

SEIXAL
As cores de Cargaleiro

De 16 de Janeiro a 27 de Dezembro
Oficina de Artes Manuel Cargaleiro

Nas paredes da Oficina de Artes Manuel Cargaleiro está A Essência da Cor, uma exposição que reúne serigrafias e litografias do pintor e ceramista nascido em 1927 (Vila Velha de Ródão), artista de referência na arte portuguesa, do século XX aos dias de hoje. Com o traço marcado pela exploração da cor, Cargaleiro define formas, revela sentimentos e cria espaços múltiplos na mesma tela, seja pintura, cerâmica ou têxtil, gerando composições geométricas que remetem para uma manta de retalhos. É, aliás, ao patchwork da sua mãe, Ermelinda Cargaleiro, que o artista vai buscar a essência do seu trabalho e fonte de inspiração primordial.
Horário: terça a sábado, das 10h às 12h30 e das 14h às 17h (de Junho a Setembro, encerra às 18h).
Grátis

 

PÚBLICO -
Foto
DR

SANTIAGO DO CACÉM
Sem espinhas

De 24 de Janeiro a 9 de Fevereiro
Lagoa de Santo André - nos restaurantes A Cascalheira, A Charrua, Chez Daniel, Copacabana, Faz-te Esperto, O Gatinho, Quinta do Giz, Tasquinha do Ilídio, Ti Lena Restaurante & Casa do Gin

No plano das comezainas da época, há quem não passe sem uma degustação de enguias. São elas que dão o corpo e a alma a mais um, o sexto, Festival da Enguia da Lagoa de Santo André. A iguaria chega aos pratos nas mais variadas formas, todas elas com o selo de produto único e de excelência, pescado numa área de reserva natural. Servem-se eirós fritos, grelhados, em ensopados, caldeiradas, cataplanas, açordas, à bulhão pato ou de escabeche, sempre com um olho na tradição e outro na criatividade. A organização está nas mãos da Câmara Municipal de Santiago do Cacém e da Junta de Freguesia de Santo André.

 

PÚBLICO -
Foto
"E.T. O Extraterrestre"

PORTO
Viagens no grande ecrã

De 28 de Janeiro a 2 de Fevereiro
Teatro Rivoli, Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Casa das Artes e Reitoria da Universidade do Porto

Seis dias, mais de meia centena de filmes (na maioria inéditos em Portugal) e uma festa de cinema onde todas as ideias e sonhos estão à medida do grande ecrã. A quarta edição do IndieJúnior Allianz - Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto promete espalhar mundos e fundos pela Invicta ao serviço da sétima arte. No programa, este ano inspirado no tema Viagem, há um mapa com paragens na competição internacional de longas e curtas-metragens, nas sessões de Cinema num Carro Eléctrico (em parceria com o Museu do Carro Eléctrico), no ciclo de curtas de animação realizadas por Norman McLaren, num casulo chamado Cinema de Colo ou no cineconcerto que põe a Associação Porta-Jazz a dar música ao filme O Barco, de Buster Keaton. Mas há mais: oficinas, debates, conversas com realizadores, a exposição Ecos de Viagem e as sessões O Meu Primeiro Filme, que levam à cena os filmes que marcaram a infância de Beatriz Gosta, Regina Pessoa e António Preto: respectivamente, O Clube dos Poetas Mortos, de Peter Weir, A Quimera do Ouro, de Charlie Chaplin, e E.T. O Extraterrestre, de Steven Spielberg.
Horário: terça a sexta, a partir das 10h; sábado e domingo, a partir das 10h30.
Bilhetes de 3,50€ a 4€/sessão

 

PÚBLICO -
Foto
Miguel Manso

MACEDO DE CAVALEIROS
Caça a Norte

De 30 de Janeiro a 2 de Fevereiro
Parque Municipal de Exposições

Numa tradição com 24 anos, a Feira da Caça e Turismo de Macedo de Cavaleiros volta a dar o ar da sua graça e a mostrar por que é considerada a maior feira do género na região Norte. Nas duas centenas de expositores presentes, instalados numa área coberta de seis mil metros quadrados, há de tudo para interessados e profissionais do sector: dos artigos de caça e pesca ao artesanato, passando pela gastronomia, animação, espectáculos de falcoaria, tiro virtual, exposição de espécies cinegéticas e informação turística. Fora do recinto, na cidade e noutros pontos do concelho, há encontros de caçadores, passeios a cavalo, corridas de galgos, caminhadas, trilhos e montarias ao javali. De passo alinhado com o certame, é possível entrar na XXVI Festa dos Caçadores do Norte e na Rota Gastronómica do Javali, que é servida à mesa de 19 restaurantes da região.
Horário: quinta, das 18h às 24h; sexta a domingo, das 10h às 24h (no último dia, encerra às 20h).
Bilhetes a 1€

 

PÚBLICO -
Foto
Manuel Lapa

MATOSINHOS
Traços Da Luz e das Sombras

De 17 de Janeiro a 22 de Março
Casa do Design

A obra do ilustrador e designer gráfico Manuel Lapa (1914-1979) pode ser vista na Casa do Design, em Matosinhos, numa exposição comissariada por Jorge Silva. No lote de mais de 150 peças apresentadas estão desenhos, maquetes, impressões digitais em papel, cartazes, livros, revistas e ilustrações em vinil recortado. Mostram que o seu trabalho se estende muito para além da produção ligada à propaganda do Estado Novo (carimbada pela direcção artística da Exposição do Mundo Português em 1940) e abraça áreas diversas, como a ilustração editorial, a hagiografia ou o figurinismo para cinema.
Horário: segunda a sexta, das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30; sábado, domingo e feriados, das 15h às 18h.
Grátis

 

PÚBLICO -
Foto

EXTRA: Cinema
1917

Com produção, realização e argumento de Sam Mendes, um drama sobre coragem e companheirismo que se inspira na história verídica de dois jovens soldados na Primeira Grande Guerra, encarregues de uma missão urgente: atravessar território inimigo e entregar, em mãos, uma mensagem que salvará a vida de 1600 homens. Mais em Cinecartaz.

 

Mais ideias para sair? Por aqui

Guia do Lazer: espectáculos, festas, feiras, artes e mais