OE 2020: à esquerda nada de novo. Costa mantém optimismo

Com o voto a favor ou com a abstenção do PCP, do BE ou de ambos, sem esquecer o PAN, o PEV e o Livre, António Costa mantém-se firme no objectivo de fazer aprovar o Orçamento do Estado.

No último OE, PS, BE, PCP, PEV e PAN votaram a favor na generalidade e na votação final global
Foto
No último OE, PS, BE, PCP, PEV e PAN votaram a favor na generalidade e na votação final global Nuno Ferreira Santos

O cenário dos quatro orçamentos do Estado anteriores não vai repetir-se em 2020. A recusa do Bloco de Esquerda em votar favoravelmente o documento é inédita (votou sempre a favor, tanto na generalidade, como na votação final global, desde 2016). PCP, PAN e PEV ainda nada disseram e Livre mantém tudo em suspenso. No final, o resultado pode ser o mesmo. É com isso que conta António Costa.