Erro leva Ordem dos Advogados a anunciar vitória de candidata que terá perdido

Na primeira eleição por voto electrónico já há quem levante dúvidas sobre a fiabilidade do sistema informático e admita impugnar as eleições. Aguardam-se resultados de auditoria ao caso.

Foto
RUI GAUDENCIO

Um erro levou a comissão eleitoral da Ordem dos Advogados a anunciar a vitória de Paula Alexandre Ferreira, na corrida ao Conselho de Deontologia do Porto, quando na realidade o vencedor terá sido Orlando Carvalho Leite. Tudo aconteceu na passada sexta-feira à noite, durante a divulgação pública dos resultados da primeira eleição por voto electrónico. O Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC), que está a auditar o processo eleitoral, prevê divulgar um “relatório circunstanciado da ocorrência nos próximos dias”, refere a comissão eleitoral numa nota divulgada no site da ordem. Mas já há quem levante dúvidas sobre a fiabilidade da votação e admita impugnar as eleições.