Opinião

Dinheiro a mais faz mal à saúde dos bancos portugueses?

Está na hora de a banca portuguesa juntar o seu peso ao coro da opinião pública solicitando ao Governo uma política orçamental mais amiga do crescimento e do desenvolvimento do país.

Há uns anos, empresas multinacionais, bancos e seguradoras internacionais a operar em Portugal fugiam como o diabo da cruz dos bancos portugueses (ou melhor, dos bancos com sede em Portugal), transferindo os seus depósitos para bancos dos estados membros credores da Zona Euro, não obstante alguns dos grandes bancos desses estados se encontrarem em condições financeiras pouco recomendáveis (e.g., o nacionalizado ABN Amro ou o Deutsche Bank).