Operação Rota do Cabo

Funcionária fez 15 mil números de contribuinte fraudulentos em três anos

Polícia Judiciária desmantelou rede criminosa que se dedicava à legalização de imigrantes. Funcionários das Finanças, Segurança Social, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e advogados estão entre os principais suspeitos.

Foto
Daniel Rocha

A Polícia Judiciária desencadeou esta terça-feira uma megaoperação destinada a desmantelar uma rede criminosa que funcionava com a cumplicidade de funcionários públicos e se dedicava à legalização de imigrantes. Entre os detidos estão dois funcionários das Finanças, outros tantos da Segurança Social, uma inspectora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e três advogados.