CNN elege a broa de milho como um dos “50 melhores pães do mundo”

No Dia Mundial do Pão, a “saudável” broa portuguesa foi a escolha do canal norte-americano para a CNN Travel.

Fotogaleria
Broa de milho de Arcos de Valdevez Nelson Garrido
pão de centeio
Fotogaleria
Broa de milho de Arcos de Valdevez Nelson Garrido
Fotogaleria
Broa de milho de Arcos de Valdevez Nelson Garrido
Fotogaleria
Broa de milho de Arcos de Valdevez Nelson Garrido
Pão
Fotogaleria
Broa de milho da Terrapão, em Lisboa Nuno Miguel Guedes
Fotogaleria
Broa de milho, bem acompanhada, em Arouca Nelson Garrido
Tarte de melaço
Fotogaleria
Broa de milho em Arouca com fio de mel ao gosto de cada um Nelson Garrido

A CNN aproveitou as celebrações do Dia Mundial do Pão – esta quarta-feira, 16 de Outubro – para destacar a sua lista de 50 melhores pães do mundo. E não falta Portugal, tendo sido escolhida a broa de milho.

A broa conhecida pelo interior amarelado e a crosta “tostadinha” está ao lado de pães como o karavai (Rússia), as tortillas (México), a paratha (Índia) o pão de queijo (Brasil). Esta lista com pães provenientes de vários cantos do mundo reflecte a “notável amplitude das tradições alimentares mundiais”, com a utilização de variadas técnicas, comprovando a diversidade apresentada na lista.

O critério de escolha de Jen Rose Smith, da CNN, para a criação desta lista passou por pensar em pães que incluíssem a junção de um “sabor memorável” com ingredientes únicos que proporcionem “prazer caseiro" a quem os come. E, como sublinha William Rubel, historiador de pão, à CNN, o “pão é basicamente o que sua cultura diz que é”.

No caso da broa de milho portuguesa, a página do canal norte-americano diz que quando o milho e o centeio (o canal refere “trigo de sarraceno”, por lapso, decerto, já que também se pode usar trigo) são “moídos em pedra” e as farinhas “peneiradas e amassadas numa caixa de madeira” (as antigas amassadeiras), é que conseguimos obter “a versão mais tradicional deste saudável pão de camponeses do Norte de Portugal”, como se refere na descrição que acompanha a fotografia da broa nesta lista dos melhores 50 pães do mundo.

Tendo a farinha de milho como “ingrediente-rei”, outra das particularidades é a formação de um “arquipélago de fragmentos de crosta de farinha”, expandindo-se sobre “fendas profundas”, proporcionadas pela cozedura em forno de lenha.