Séries e filmes da Amazon vão passar a estar na Meo, mas ainda não há data para a estreia

Parceria entre a Amazon Prime Video e a Altice Europe traz os conteúdos do serviço de streaming para as boxes e os telemóveis dos subscritores da operadora em Portugal.

,O senhor dos Anéis
Foto
Gandalf, o feiticeiro de O Senhor dos Anéis, é interpretado pelo actor Ian McKellen, que já disse que gostaria de participar na série da Amazon DR

O serviço de streaming Amazon Prime Video chegará às boxes da Meo, no âmbito de uma parceria com a Altice Europe. Pela primeira vez no mercado português, a Amazon Prime, produtora das séries premiadas Transparent e The Marvelous Mrs. Maisel – ou da futura série milionária do universo O Senhor dos Anéis –, ficará associada a uma operadora de telecomunicações e ao seu serviço de televisão.

Em França, o primeiro país onde esta parceria será visível para os consumidores, a Altice é proprietária do serviço de televisão por subscrição, Internet e telecomunicações SFR e será nas suas boxes ou versões mobile que o catálogo da Amazon Prime Video (incluindo produção original e conteúdos licenciados de outros produtores) estará disponível, como detalha em comunicado Jay Marine, vice-presidente da Amazon Prime Video Europe; é expectável que o mesmo aconteça na Meo. A parceria chegará “nos próximos meses” a França e “seguem-se em breve os lançamentos em Portugal, Israel e República Dominicana”, diz a mesma nota da Altice Europe nesta segunda-feira. A Altice Portugal detalhou entretanto em comunicado que este lançamento “ainda não tem data definida”.

Esta é a primeira parceria de distribuição europeia da Amazon Prime Video, serviço que se estreou em Portugal sem grande alarido em Dezembro de 2016 e que não seguiu a estratégia das suas concorrentes Netflix ou HBO Portugal – não faz promoção local dos seus produtos e não tem representação de comunicação no mercado nacional. Ao contrário das suas duas principais concorrentes, que se implantaram a solo via Internet mas também associadas à Vodafone, por exemplo, a Amazon Prime Video não estava ainda associada a um operador de TV por subscrição.

Agora, e como contextaliza a revista Variety, que avançou esta segunda-feira em primeira mão a notícia da parceria, a gigante das vendas online está a apostar forte no crescimento da sua presença na Europa e na Índia já não como um serviço de streaming independente, mas sim a bordo de contratos com as grandes operadoras de telecomunicações.

A Amazon Prime Video lançou-se em 2006 mas só nos últimos anos assumiu a concorrência directa com a pioneira Netflix: criou a chancela Amazon Originals, que produziu por exemplo o documentário Lorena, a série sucessora de Top Gear intitulada The Grand Tour ou as premiadas The Marvelous Mrs. Maisel e Transparent. Nos últimos meses lançou The Boys e Good Omens, entre outros; para os próximos meses está agendada a estreia de Tom Clancy’s Jack Ryan, sendo que o seu projecto mais aguardado é a série passada no universo O Senhor dos Anéis e cuja produção está envolta em tanto dinheiro quanto secretismo.

Ao nível europeu, a parceria entre os dois gigantes não é um exclusivo, escreve a Varietysendo que outras operadoras estão a ser contactadas pela Amazon, à semelhança do que acontece com as suas concorrentes em França ou em Portugal, que após um período inicial de exclusividade se expandem para as boxes de outros operadores. 

No comunicado distribuído às redacções pela Altice Portugal, o presidente da empresa, Alexandre Fonseca, esclarece que o objectivo é “disponibilizar os melhores e mais variados conteúdos aos seus clientes em todo o mundo, tendo os melhores parceiros”, sublinhando que “a Amazon é uma referência na produção e distribuição de conteúdos, sendo muito popular a nível global”.