António Costa é cabeça de lista do PS em Lisboa e Ana Catarina Mendes em Setúbal

Pedro Carmo volta a ser o número um no círculo eleitoral de Beja. E Isabel Rodrigues candidata-se pelos Açores.

António Costa está oficializado como cabaça de lista em Lisboa
Foto
António Costa está oficializado como cabaça de lista em Lisboa Reuters/Rafael Marchante

O secretário-geral, António Costa, volta a ser o cabeça de lista do em Lisboa e a secretária-geral adjunta, Ana Catarina Mendonça Mendes repete o primeiro lugar na lista se Setúbal e será a directora da campanha eleitoral socialista a nível nacional.

 Pelo círculo eleitoral de Beja, surge Pedro Carmo, que já ocupou esta posição em 2015 e é presidente da federação distrital do Baixo Alentejo. Pelo círculo dos Açores, estreia-se Isabel Maria Rodrigues, ex-membro do governo regional.

Como o PÚBLICO noticiou sábado, na lista de Lisboa, nos primeiros lugares a seguir a Costa – obedecendo aos critérios da lei da paridade – surgirá o ministro das Finanças. Entre Costa e Centeno deverá ter lugar, como segundo nome dos candidatos homens, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, que será de novo indicado pelo PS para se manter como presidente da Assembleia da República.

Entre as candidatas mulheres na lista do círculo da capital, deverão ter destaque a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, e a ministra da Cultura, Graça Fonseca. E lugar claramente elegível estarão ainda os deputados Marcos Perestrello e Sérgio Sousa Pinto.

O PS tem divulgado os nomes dos seus cabeças de lista diariamente, ao ritmo que se reúnem as comissões políticas das federações distritais para aprovar os nomes que lhes cabe indicar nas listas eleitorais. Na terça-feira, as listas são aprovadas na íntegra pela comissão política nacional. Já foram anunciados vários membros do Governo como número um em vários círculos eleitorais. A ministra da Saúde, Marta Temido, estreia-se à frente da lista em Coimbra. O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, é de novo o cabeça de lista em Viana do Castelo. Pedro Nuno Santos, ministro das Infra-estruturas e da Habitação, repete em Aveiro. Em Évora, volta a surgir o ministro da Agricultura, Luís Capolas Santos.

Alexandra Leitão, secretária de Estado da Educação, encabeça a lista em Santarém. Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, é número um na Guarda. Tal como há quatro anos, o ex-secretário de Estado da Administração Interna e actual deputado Jorge Gomes volta a ser cabeça de lista em Bragança, a cuja federação preside.

O presidente da Câmara de Leiria, Raul de Castro, encabeça a lista eleitoral no círculo daquele distrito. Em Viseu, a lista é liderada por João Azevedo, presidente da Câmara de Mangualde. Na região autónoma da Madeira, o cabeça de lista é o deputado Carlos Pereira, ex-líder do PS-Madeira

Em Vila Real, o cabeça de lista é, como há quatro anos, o deputado Ascenso Simões. No Porto, a lista volta a ter como número um o deputado Alexandre Quintanilha. Em Castelo Branco e em Portalegre, surgem dois deputados que já há quatro anos encabeçaram as listas e são presidentes das respectivas federações distritais: Hortense Martins e Luís Testa.

Os cabeças de lista socialistas estão este ano, pela primeira vez, a ser apresentados nas reuniões das comissões políticas das federações que aprovam os nomes propostos por estes órgãos para os lugares das listas cuja indicação não cabe à direcção nacional. No PS a regra instituída é, desde a liderança de Jorge Sampaio, que cabe ao líder do partido escolher o primeiro terço de candidatos. Os outros dois terços são escolhidos pelas respectivas federações.