Djaimilia Pereira de Almeida e Hélia Correia entre os finalistas do Prémio de Romance da APE

Joana Bértholo, Julieta Monginho e Rui Lage completam a lista dos escolhidos pelo júri da associação.

Djaimilia Pereira de Almeida
Foto
Djaimilia Pereira de Almeida Nuno Ferreira Santos

Os escritores Djaimilia Pereira de Almeida, Hélia Correia, Joana Bértholo, Julieta Monginho e Rui Lage são os finalistas do Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE) 2018.

O júri do Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB (Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas), composto por José Manuel de Vasconcelos, Clara Rocha, Cristina Robalo Cordeiro, Fernando Pinto do Amaral, Maria de Lurdes Sampaio e Salvato Teles de Menezes, reuniu-se na terça-feira para analisar várias obras a concurso, e os cinco escolhidos foram anunciados pela APE esta quarta-feira.

Da avaliação feita pelo júri resultou esta lista de cinco obras finalistas: Luanda, Lisboa, Paraíso, de Djaimilia Pereira de Almeida; Um Bailarino na Batalha, de Hélia Correia; Ecologia, de Joana Bértholo; Um Muro no Meio do Caminho, de Julieta Monginho; e O Invisível, de Rui Lage.

O Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB, no valor de 15 mil euros, é atribuído pela APE desde 1982, com o objectivo de consagrar uma obra de ficção de autor português, publicada no ano anterior à atribuição do prémio. O vencedor da edição deste ano será “divulgado oportunamente”, diz o comunicado da APE.

No ano passado, o romance vencedor foi As Pessoas do Drama, de H.G. Cancela, autor que já antes fora finalista do Grande Prémio da APE com o seu terceiro romance, Impunidade, de 2014.