Madonna mal pode esperar por mostrar como Lisboa a inspirou

Há mais de um ano que a cantora aponta que o seu próximo álbum terá influências portuguesas.

Foto
REUTERS/Lucas Jackson

Madonna estará prestes a lançar um novo álbum, inspirado nas suas vivências em Portugal. Já há algum tempo que a cantora pop indica que o seu próximo trabalho terá estes moldes e no último fim-de-semana partilhou no Instagram uma espécie de teaser para o que aí vem, um vídeo seu a fumar à janela e uma música a tocar. “Mal posso esperar por mostrar tudo tudo [sic] que me inspirou em Lisboa!”, escreveu na legenda.

Numa entrevista à Entertainment Weekly acerca do álbum que estava a preparar, em Setembro de 2017, Madonna falou sobre os diferentes estilos de música que ouvia pelas ruas de Lisboa e afirmou que esse disco seria mais intimista. “Chegou a altura de optar por uma abordagem diferente e voltar à beleza e à simplicidade da música”, afirmou. Revelou também à revista Veja o interesse em colaborar com músicos portugueses. “É extraordinária a quantidade de óptimos músicos que escuto em Portugal", disse então. E, em entrevista à Vogue italiana, referiu que em Lisboa as pessoas colaboram simplesmente por amor à música, enquanto noutros países está mais habituada a ouvir “ligue para o meu manager, este é o meu preço”.

Segundo a Blitz, a cantora já gravou com vários artistas residentes em Portugal, num estúdio em Paço de Arcos. A revista avança que o próximo álbum (o 14.º) será editado no primeiro semestre de 2019; e aponta para alguns nomes possíveis: Blaya, Anitta, Dino D’Santiago, Kimi Djabaté.

“A energia de Portugal é tão inspiradora. Aqui, sinto-me muito criativa e viva”, chegou também a comentar no Instagram. Desde a chegada a Lisboa, em 2017, que a cantora se tem integrado na cena musical da cidade. E foi partilhando essas experiências no Instagram: assistiu à interpretação de Vânia Duarte de Havemos de ir a Viana, na Casa de Linhares; participou no evento privado "Lisbon Living Room Sessions", onde interpretou Like a Virgin num ritmo lento, acompanhada por Dino D'Santiago, e cantou com Celeste Rodrigues o tema Can't Help Falling In Love — lançado em 1961 por Elvis Presley —, ao som de uma guitarra.

As duas tornaram-se próximas e Madonna até chegou a convidar a fadista para passar consigo o ano, de 2017 para 2018. Dos vários fadistas que ouviu pelas ruas de Lisboa, "a grande fixação dela é a Celeste", comentou o guitarrista Pedro Castro, dono da Mesa de Frades, onde estas fizeram o dueto de Elvis. Em Agosto, assinalou a morte da fadista, publicando novamente um vídeo desse mesmo dueto. “Tão sortuda de ter conhecido, ouvido e cantado com esta incrível lenda do fado. Que descanse com os anjos”, escreveu na legenda.