Voz de Stephen Hawking enviada para o espaço

As palavras do físico britânico vão em direcção a um buraco negro a 3500 anos-luz de distância da Terra acompanhadas com uma música de Vangelis.

Stephen Hawking, A Teoria De Tudo, Físico, Cientista, Teoria, Universo
Fotogaleria
O físico Stephen Hawking JASON SZENES/EPA
Stephen Hawking, Abadia de Westminster
Fotogaleria
O actor Benedict Cumberbatch NEIL HALL/EPA
Profissional, smoking
Fotogaleria
O astrofísico Martin Rees NEIL HALL/EPA
Stephen Hawking, Isaac Newton, Jane Hawking, Lucy Hawking, Abadia de Westminster, cientista
Fotogaleria
As cinzas de Stephen Hawking irão ficar entre grandes figuras da ciência como Isaac Newton e Charles Darwin Ben Stansall/Reuters
Abadia de westminster
Fotogaleria
As cinzas de Stephen Hawking foram depositadas na Abadia de Westminster, em Londres Ben Stansall/Reuters
Stephen Hawking, Abadia de Westminster, Cientista, Físico
Fotogaleria
O especialista em ondas gravitacionais Kip Thorne Ben Stansall/Reuters,Ben Stansall/Reuters

A voz de Stephen Hawking segue esta sexta-feira para o espaço com a ajuda da Agência Espacial Europeia (ESA). As suas palavras irão acompanhadas por uma peça original do compositor grego Vangelis. A música com palavras do físico britânico é enviada depois de uma cerimónia desta manhã na Abadia de Westminster (Londres), onde as suas cinzas foram depositadas também esta sexta-feira.

As cinzas do cientista mais conhecido do nosso século – que morreu em Março aos 76 anos depois de uma vida a estudar as origens do Universo ou os mistérios dos buracos negros – ficarão entre grandes figuras da ciência na Abadia de Westminster. Stephen Hawking permanecerá entre Isaac Newton, que descreveu a lei universal da gravitação, e de Charles Darwin, que formulou a teoria da evolução através da selecção.

Familiares, amigos e colegas marcaram presença na cerimónia desta manhã em Londres. E figuras conhecidas como o astronauta Tim Peake, o actor Benedict Cumberbatch – que encarnou Stephen Hawking num filme –, o astrofísico Martin Rees e o físico teórico e especialista em ondas gravitacionais Kip Thorne (Nobel da Física de 2017) prestam homenagens a Stephen Hawking. Além disso, cerca de mil pessoas de mais de 100 países, seleccionadas através de uma votação com mais de 25 mil candidaturas, também assistiram à cerimónia.

Depois da homenagem, a voz do físico segue para o espaço. “O registo [da voz de Stephen Hawking] irá ser lançado em direcção ao buraco negro mais próximo [da Terra], o 1A 0620-00, que existe num sistema binário com uma estrela laranja anã bastante comum”, contou à BBC a sua filha Lucy Hawking. Esse buraco negro fica a 3500 anos-luz da Terra e os cientistas da ESA usarão a antena da estação de Cebreros, em Espanha, para enviar o registo. “É um dos buracos negros mais famosos do Universo”, frisou à CNN Mark McCaughrean, conselheiro para a ciência e exploração da ESA.  

Acompanhada pela música de Vangelis, a voz de Stephen Hawking demorará a ser enviada em 35 minutos. Mark McCaughrean contou ainda que a peça musical de Vangelis tem cerca de seis minutos e meio e a voz de Stephen Hawking está no meio. “É uma mensagem de paz, esperança, união e a necessidade de vivermos juntos em harmonia neste planeta”, salientou Lucy Hawking.

PÚBLICO -
Foto
Fundação Stephen Hawking

No final da cerimónia, os presentes receberam ainda um CD com a música enviada para o espaço, que irá ser mais tarde divulgada a todo o público. Mark McCaughrean resume assim esta homenagem: “Hawking era um cientista altamente influente e uma figura pública. Este é um gesto simbólico bonito e adorável.”