Vinte séries para Janeiro

O novo ano tem várias estreias marcadas, algumas delas já confirmadas e com datas para Portugal. Escolhemos as mais promissoras do mês, entre novidades e regressos.

<i>Waco</i> é sobre o trágico cerco que aconteceu em 1993 no Texas
Fotogaleria
Waco é sobre o trágico cerco que aconteceu em 1993 no Texas DR
O homicídio do estilista Gianni Versace é o foco da segunda temporada de <i>American Crime Story</i>
Fotogaleria
O homicídio do estilista Gianni Versace é o foco da segunda temporada de American Crime Story DR
A experiência de Steven Soderbergh que começou por ser uma aplicação, <i>Mosaic</i>, passa agora em formato série
Fotogaleria
A experiência de Steven Soderbergh que começou por ser uma aplicação, Mosaic, passa agora em formato série DR
Depois do Emmy, Lena Waithe estreia a sua série dramática sobre pessoas a viver no lado sul de Chicago
Fotogaleria
Depois do Emmy, Lena Waithe estreia a sua série dramática sobre pessoas a viver no lado sul de Chicago DR
Jane Fonda e Lily Tomlin estão de volta para a quarta época de <i>Grace and Frankie</i>
Fotogaleria
Jane Fonda e Lily Tomlin estão de volta para a quarta época de Grace and Frankie DR

Com Janeiro, chega também um sem-fim de estreias na televisão, sejam séries frescas ou temporadas novas de algo que já conhecíamos. Para ajudar a navegar o mês televisivo, escolhemos 20 destaques promissores, organizados por ordem cronológica. Metade dramas, metade comédias, para que não falte nada a ninguém.

Gomorra T3

Dia 2, RTP2

Há uma guerra a decorrer nas ruas de Nápoles na terceira temporada de Gomorra, a série italiana que é baseada no famoso livro de 2006 de Roberto Saviano, bem como no filme homónimo de Matteo Garrone lançado em 2008 e que tinha o escritor a co-assinar o guião. Saviano é também o criador da série que começou em 2014. Don Pietro, o cabecilha da família Savastano, foi morto, e isso desencadeia toda uma sequência de eventos. Ciro Di Marzio (Marco D'Amore), o protagonista e braço direito de Genny, o filho de Pietro que tomou conta do negócio, foi para a Bulgária, e laços de amizade e família continuam a ser testados.

Grown-ish

Dia 3, Freeform

Depois de Black-ish, a ultra-bem sucedida sitcom à moda dos clássicos de Norman Lear criada por Kenya Barris em 2014, chega o spin-off. Zoey (Yara Shahidi), a filha mais velha da família Johnson, ruma à universidade, longe dos pais, com um grupo de amigos novo e toda uma dinâmica diferente da que existe na série original. A personagem do cómico Deon Cole, que é um colega de trabalho do pai de Zoey, faz a ligação com Black-ish ao ser um bastante bizarro professor na faculdade da jovem. Espera-se que a série chegue a Portugal um pouco mais rapidamente do que Black-ish, que só se estreou entre nós via NOS Play em 2017 – e só irá para o FOX Comedy em Fevereiro.

The X-Files: Ficheiros Secretos 2018

Dia 5, FOX

O tempo de espera entre a nona e a 10.ª temporadas de X-Files, outrora conhecida só como Ficheiros Secretos, foi 15 anos, com apenas um filme pelo meio, em 2008, para sossegar os fãs. Agora será bem mais curto o tempo que passa entre o final da 10.ª e o início da 11.ª: dois anos. Ainda para mais, chega a Portugal dois dias após a estreia nos Estados Unidos. Serão mais dez episódios do regresso de Mulder e Scully, os lendários agentes do FBI criados por Chris Carter e interpretados por David Duchovny e Gillian Anderson – que tem dito que é capaz de ser a última vez que se envolve neste mundo. Os dois continuam a procurar William, filho de ambos, numa temporada que segue o formato da anterior: um primeiro episódio que aprofunda a mitologia e os mistérios deste universo, seguindo-se oito episódios com histórias com princípio, meio e fim, e um final que retorna à mitologia. Pouco comum no mundo da televisão é ver os episódios realizados por quem os escreve, incluindo o próprio Carter. E, desta vez, haverá mulheres a escrever, algo por que Anderson lutou, ainda que não sejam muitas. 

The Chi

Dia 7, Showtime

Esta é uma criação de Lena Waithe, que ganhou um Emmy pela escrita do magistral Thanksgiving, um episódio da segunda temporada de Master of None também interpretado por ela, sobre uma mulher negra lésbica a assumir-se perante a família ao longo dos anos no Dia de Acção de Graças. The Chi decorre na zona sul de Chicago, donde Waithe é originária. Acompanhando várias personagens diferentes que se vão cruzando, a série centra-se nas pessoas que vivem neste ambiente. Sim, há complicações, tiros, pessoas a morrerem e inocentes a serem implicados tanto pelos criminosos quanto pela polícia, mas Waithe tenta mostrar muito mais do que isso e valorizar estas pessoas em termos humanos, artísticos e culturais. A produção executiva do rapper Common, e o primeiro episódio, realizado por Rick Famuyiwa, está cheio de música da cidade, podendo-se ouvir Chance the Rapper e alguns dos seus associados, como o seu irmão Taylor Bennett ou a sua colaboradora Noname.

9-1-1 

Dia 8, FOX Life

A nova série de Ryan Murphy e Brad Falchuk, os responsáveis por American Horror Story ou American Crime Story, bem como Nip/Tuck e Glee, passa-se em Los Angeles e é sobre as pessoas que trabalham nos serviços de emergência (que nos Estados Unidos se chama através do número telefónico 911, daí o nome). São os que atendem os telefonemas, mas também os paramédicos, polícias e bombeiros que vão para o terreno. No elenco, a veterana Angela Bassett, vista recentemente no episódio de Master of None mencionado antes, faz de sargento da polícia; Peter Krause, de Sete Palmos de Terra, é um paramédico; e Connie Britton, de American Horror Story e Friday Night Lights, é uma operadora.

Alone Together

Dia 10, Freeform

Dois cómicos - Esther Povitsky, ou Little Esther, de Crazy Ex-Girlfriend e apresentadora de podcasts como Weird Adults with Little Esther, e Benji Aflalo - escreveram e protagonizaram Alone Together, uma curta-metragem de 2015. Era sobre dois cómicos com uma amizade platónica por vezes contenciosa que toda a gente à volta deles dizia que se devia tornar algo mais. Agora, com a ajuda e produção executiva do trio cómico Lonely Island, a curta vai expandir-se para uma série, exactamente com a mesma premissa e as mesmas pessoas. Já há uma segunda temporada confirmada, mesmo antes da estreia da primeira.

Divorce T2

Dia 14, TVSéries

Logo no mesmo dia em que se estreia nos Estados Unidos chega ao TVSéries a segunda temporada da série que marcou o regresso de Sarah Jessica Parker à televisão – e à HBO, o canal que a ajudou a subir ao estrelato internacional com O Sexo e a Cidade. Nesta nova leva de episódios da criação da cómica britânica Sharon Horgan, as personagens de Parker e Thomas Haden Church já finalizaram o divórcio que dá nome à série. Há também uma mudança enorme na equipa criativa da série: Paul Simms, o homem por trás de NewsRadio que estava à frente dos argumentistas, saiu, tendo entrado Jenny Bicks, que escrevia para O Sexo e a Cidade.

Crashing T2

Dia 14, TVSéries 

Na vida real, Pete Holmes, que cresceu religioso, divorciou-se da única mulher com quem alguma vez tinha estado após esta o ter traído e deixado, passando depois uns tempos a dormir em sofás de amigos da cena da comédia nova-iorquina enquanto tentava singrar como cómico de stand-up, já pouco devoto. No ano passado, juntou-se a Judd Apatow para criar esta série baseada nessa experiência, com convidados como Artie Lange ou Sarah Silverman. Volta agora à segunda temporada, numa altura em que T.J. Miller, amigo de Holmes na vida real que faz dele próprio na série, foi acusado de agressão sexual.

High Maintenance T2

Dia 14, TVSéries

Um tipo barbudo viaja por todos os cantos e recantos de Nova Iorque de bicicleta, a entregar marijuana a casa de vários clientes diferentes, que são explorados em cada novo episódio. É essa a premissa desta série da HBO que começou na web em 2013, passou pela plataforma Vimeo e chegou à televisão há dois anos. Protagonizada por Ben Sinclair, que co-criou tudo com Katja Blichfeld, inclui participações de Hannibal Buress, Amy Ryan ou Dan Stevens.

Black Lightning

Dia 16, The CW

Black Lightning (Raio Negro, em português), da D.C. Comics, foi criado em 1977 e é um meta-humano, um super-herói que luta contra o crime na sua comunidade na cidade de Metropolis. Com Cress Williams a vestir-lhe a pele, ganhou uma série de televisão inserida no mesmo universo de Arrow ou The Flash. Quando a acção arranca, o herói reformou-se há nove anos para se dedicar à sua actividade principal: a de director de um liceu. Mas um poderoso gangue fá-lo voltar ao activo. Foi adaptado ao pequeno ecrã por Mara Brock Akil e o marido, Salim Akil.

Portlandia T8

Dia 18, IFC

A série de sketches passada na peculiar cidade de Portland, no Oregon, chega à oitava e derradeira temporada. Entre os convidados desta última época da criação de Fred Armisen, ex-Saturday Night Live, e Carrie Brownstein, uma das guitarristas e vocalistas do lendário trio de indie-rock Sleater-Kinney, encontram-se nomes como Terry Crews, Rashida Jones, Tessa Thompson, Tracee Ellis Ross, Henry Rollins, Nick Kroll, John Mulaney ou Kurt Vile, e ainda os já recorrentes Jeff Goldblum, Kyle MacLachlan ou Kumail Nanjiani.

Grace and Frankie T4

Dia 19, Netflix

As lendas vivas Jane Fonda e Lily Tomlin, que continua a ser uma delícia ver em qualquer contexto, juntas ou separadas, regressam como Grace e Frankie, duas rivais que se tornaram amigas quando os maridos de ambas – interepretados por Martin Sheen e Sam Waterston – as deixaram para se tornarem um casal. Ainda não parece ser desta que Dolly Parton, que contracenou com ambas em Das 9 às 5, o filme de 1980, se junta a Fonda e Tomlin, mas Lisa Kudrow, de Friends, vai aparecer nalguns episódios como manicura de Grace. Vai reunir-se, assim, com Marta Kauffman, que é co-criadora tanto de Friends (com David Crane) quanto de Grace and Frankie (com Howard J. Morris).

Mosaic

Dia 22, TVSéries

Este projecto de Steven Soderbergh com Sharon Stone, Garett Hedlund e Paul Reubens foi primeiro uma aplicação de telemóvel e tablet em que quem via podia escolher entre quase oito horas de possibilidades e perspectivas diferentes para explorar a história de um homicídio misterioso que se passou no Utah. Não estava disponível em Portugal, mas agora a versão em série, dividida em seis episódios, que passam ao longo de cinco noites, vai chegar ao nosso país na mesma noite em que se estreia na HBO. Não é preciso escolher nada: está a papinha toda feita. Foi escrito por Ed Solomon, o criador das sagas Bill & Ted e Os Mestres da Ilusão.

The Alienist

Dia 22, TNT

Criada por Cary Fukunaga, o realizador da primeira temporada de True Detective e filmes como Beasts of No Nation, esta série adapta O Alienista, um livro de 1994 do escritor e historiador Caleb Carr sobre a investigação de homicídios hediondos no final do século XIX em Nova Iorque. O nome refere-se à forma como as pessoas com perturbações mentais eram vistas como alienadas da sociedade e delas próprias. "Alienista" era como se chamava a quem as estudava. Com Daniel Brühl, Luke Evans e Dakota Fanning, centra-se num psicólogo que se junta a um jornalista para encontrarem um assassino em série. Fukunaga abandonou a produção a meio, para se dedicar a outros projectos e os argumentistas incluem o ilustre realizador independente John Sayles.

Baskets T3

Dia 23, FX

Chip Baskets quer ser um palhaço respeitado e até tentou estudar em Paris, mas falhou, e vai tentando ganhar a vida como pode. Sempre que chega perto do seu objectivo, tudo cai por terra. Dale é o seu irmão gémeo, com mais olho para o negócio. Ambos são interpretados por Zach Galifianakis, que co-criou esta série com Jonathan Krisel, realizador de todos os episódios, e o entretanto caído em desgraça Louis C.K., cuja produtora deixou de estar envolvida no projecto. No final da segunda temporada, Chip falhou outra vez e Christine, a mãe de ambos que é interpretada pelo cómico Louie Anderson, acabou de receber uma herança. A terceira época continua isso. As duas primeiras estão disponíveis em Portugal no serviço FOX+, parte do NOS Play.

Another Period T3

Dia 23, Comedy Central

Riki Lindhome, metade da dupla de comédia musical Garfunkel and Oates, e a cómica de stand-up Natasha Leggero criaram e protagonizam esta hilariante série que pega no formato de reality shows como Keeping Up with the Kardashians ou Real Housewives e o aplica a uma família rica de Rhode Island no início do século XX, um tempo em que não se pagavam impostos. Lindhome e Leggero fazem de duas irmãs da família Bellacourt. Pelo meio de ideias altamente absurdas – e brilhantemente cómicas –, a série tem muito a dizer sobre a forma como as mulheres eram e continuam a ser tratadas pela sociedade e sobre temas como classe. A produção executiva é de Ben Stiller, que faz de Charles Ponzi, que celebrizou, na vida real, os esquemas em pirâmide, e deixou, na série, a personagem de Lindhome no altar aos 11 anos.

Waco

Dia 24, Paramount Network

Durante quase dois meses em 1993, em Waco, no Texas, um grupo de agentes federais, militares e polícias locais cercaram o grupo de David Koresh, líder de um culto davidiano. Foram 51 dias intensos que acabaram em tragédia. Agora a história deu uma minissérie de televisão. Ao longo de seis episódios, Waco, criada pelos irmãos John Erick e Drew Dowdle, que, vindos do cinema de terror, fizeram Sem Saída em 2015, conta a história desses dias com Michael Shannon – e nunca pode haver Michael Shannon a mais no mundo – a fazer de Gary Noesner, negociador de reféns do FBI, e Taylor Kitsch como Koresh.

American Crime Story: O Assassinato de Versace

Dia 25, FOX Life

Depois da brilhante estreia com O Caso de O. J.American Crime Story, a série de antologia de Ryan Murphy e Brad Falchuk sobre casos mediáticos reais, está de volta para a segunda temporada, desta vez a debruçar-se sobre o assassínio do designer de moda Gianni Versace, cometido por Andrew Cunanan em 1997. Nesta recriação de época passada em Miami, o venezuelano Édgar Ramírez faz de Versace, Penélope Cruz da sua irmã, Donatella, Ricky Martin do seu namorado, Antonio D'Amico, e Darren Criss de Cunanan. Nesta leva de episódios, a série deixa de ser escrita por Scott Alexander e Larry Karaszewski, responsáveis pela primeira, e passa o escritor britânico Tom Rob Smith, autor do romance A Criança N.º 44, a ter essa responsabilidade.

One Day at a Time T2

Dia 26, Netflix

O remake do clássico criado por Whitney Blake e Allan Manings e produzido por Norman Lear nos anos 1970 está de volta para uma segunda temporada. A adaptação para os dias de hoje, da responsabilidade de Gloria Calderon Kellett e Mike Royce, mantém o formato gravado ao vivo. Pode parecer anacrónico para uma produção do Netflix, mas funciona. A série foca-se nos problemas do dia-a-dia dos Alvarez, uma família de origem cubana, encabeçada pela personagem de Justina Machado, uma mãe de dois filhos, enfermeira, veterana de guerra e separada do marido. As preocupações sociais típicas dos programas de Lear, que ainda continua, aos 95 anos, activo como produtor executivo da série, estão aqui e não estão estagnadas no tempo. O elenco inclui também a lendária actriz, cantora e bailarina porto-riquenha Rita Moreno, de West Side Story, que continua imparável aos 86 anos.

Counterpart

Dia 28, Starz

O sempre magnético J.K. Simmons é Howard Silk, que pode não parecer à primeira, mas são dois papéis. Num deles Simmons é o Howard Silk do mundo normal da série, que vive em Berlim e mantém há 30 anos um emprego pouco satisfatório numa agência de espionagem das Nações Unidas. Um dia, descobre que a organização para a qual trabalha serve para regular uma passagem para outra dimensão paralela. E conhece o seu equivalente de lá, outro Howard Silk, diferente dele e mais confiante. Counterpart é uma complexa série de ficção científica e espionagem criada por Justin Marks, que assinou o guião da recente adaptação cinematográfica de O Livro da Selva e vai escrever o próximo Top Gun. Além do oscarizado Simmons, o elenco inclui Olivia Williams e Stephen Rea. Quando a Starz encomendou a série, aprovou logo duas temporadas inteiras, por isso a continuação já está confirmada.