O primeiro aperto de mão entre Trump e Putin

Foi o primeiro encontro entre os dois desde que Donald Trump entrou em funções na Casa Branca e também desde que começou a ser investigado pelas ligações à Rússia.

Fotogaleria
Trump, Putin e o aperto de mão EPA/STEFFEN KUGLER
Fotogaleria
EPA/Governo Federal Alemão

O Presidente norte-americano, Donald Trump, encontrou-se pela primeira vez com o Presidente russo, Vladimir Putin, depois de meses de especulação sobre a relação que existe entre os dois. O encontro deu-se à margem da cimeira do G20, na cidade alemã de Hamburgo. Um dos momentos esperados era o do aperto de mão entre os dois líderes – tendo Trump um historial de “passou-bens” caricatos com outros dirigentes políticos –, momento esse que foi captado por alguns jornalistas no local.

Trump deu um firme aperto de mão a Putin, usando as duas mãos, e os dois sorriram, lado a lado. O encontro entre os dois era um momento bastante aguardado, já que existem suspeitas de ligações entre membros da campanha eleitoral de Trump e o Kremlin, que originou uma investigação que está em curso sobre a possível interferência russa nas eleições presidenciais norte-americanas de Novembro do ano passado.

Os dois presidentes encontrar-se-ão mais tarde, para uma reunião de uma hora. Na semana passada, o conselheiro nacional de segurança dos Estados Unidos, H.R. McMaster, disse que o encontro entre os dois não tinha “nenhuma agenda em específico”, adiantando que o Presidente norte-americano falará com Putin sobre aquilo que pretender na altura.

Já nesta sexta-feira, Donald Trump escreveu no Twitter que estava ansioso pelos encontros com os outros líderes mundiais, "incluindo Vladimir Putin". "Há muito para discutir".