Cerimónias fúnebre de Estado só começam na segunda-feira

Governo e família apelam à participação dos portugueses nas cerimónias de Estado. Corpo estará em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos segunda-feira à tarde e à noite e terça-feira de manhã.

O corpo de Mário Soares será velado no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa
Foto
O corpo de Mário Soares será velado no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa PEDRO CUNHA

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, anunciou este sábado à noite que as cerimónias fúnebre de Estado de Mário Soares só começam na segunda-feira de manhã, com a saída do corpo do antigo Presidente da República da sua casa para o Mosteiro dos Jerónimos, com passagem pela câmara de Lisboa. O corpo será escoltado a cavalo pela Guarda Nacional Republicana, precisou a ministra. 

O corpo ficará em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos, que estará aberto ao público entre as 13h de segunda e a meia-noite. Na terça-feira, o público poderá homenagear Soares entre as 8h e as 11h. Às 13h de terça-feira irá realizar-se uma cerimónia de homenagem e depois o cortejo fúnebro seguirá para o cemitério dos prazeres, com breves paragens na Assembleia da República, na Fundação Mário Soares e na sede do PS. 

O Governo e o representante da família na organização das cerimónias, José Manuel Santos, apelam aos portugueses para que participem nas cerimónias. O antigo assessor do antigo Presidente da República demonstrou o desejo de que as cerimónias fúnebres tenham o "toque" de Soares em vida, de "proximidade às pessoas".

PÚBLICO -
Aumentar

A ministra da Presidência fez questão de dizer que António Costa está a acompanhar a partir da Índia, onde se encontra em visita oficial, a organização do funeral de Estado. "Também na Índia será prestada uma homenagem a Mário Soares, amanhã ou na segunda", afirmou a ministra. José Manuel Santos também desvalorizou o facto de o primeiro-ministro não ter regressado a Portugal para assistir ao funeral, mostrando-se convicto de que António Costa conseguirá participar na cerimónia de homenagem, no Mosteiro dos Jerónimos, mesmo a partir da Índia.

A sede nacional do PS, no Largo do Rato, em Lisboa, estará aberta a partir da manhã deste domingo com um livro de condolências. José Manuel Santos afirmou que também deverá haver um livro de condolências na Fundação Mário Soares.