1924-2017

Mário Soares

  • Não foi Marcelo Rebelo de Sousa o primeiro Presidente a levar a palavra consenso ao Parlamento numa sessão comemorativa do 25 de Abril.

  • Somos hoje uma sociedade com um pé na idade adulta da política. E somos assim porque transportamos nas nossas vidas e experiências os 43 anos do 25 de Abril.

  • Os “pecados” de Mário Soares foram bem mais leves do que as importantes decisões que teve a enorme coragem de tomar.

  • Foram locais da mais dura repressão e do mais forte simbolismo da ditadura. O tempo de hoje, aliado do descuido e adverso à história, já relativizou o seu significado. O ritual desta manhã no Parlamento mantém o encontro dos portugueses com o seu passado recente.

  • O antigo Presidente da República foi homenageado no Porto por iniciativa do PS e todos lhe elogiaram a “imensa coragem” e o amor pela liberdade

  • É imperioso que, também no Porto, se preste homenagem a Mário Soares.

  • Portugal não teve, nestas últimas décadas, um alto responsável político com esta visão do país e da Lusofonia.