Governo cortará salários se Orçamento derrapar

Governo tem já um plano de contingência, no valor de 0,5% do PIB, que inclui cortes adicionais na factura salarial dos funcionários públicos.

Pedro Cunha
Foto
Pedro Cunha

Caso o défice orçamental previsto para 2013 comece a derrapar, o Governo tem preparado um plano de contingência que passará por reduzir ainda mais a factura salarial do Estado.

 

Essa redução não implica apenas mexidas nos salários dos funcionários públicos, mas poderá passar pela combinação de várias medidas que permitam fazer cair as despesas com pessoal ainda mais do que aquilo que já está previsto no Orçamento do Estado para 2013.

No relatório da sexta avaliação do programa de ajustamento português, a Comissão Europeia destaca que as autoridades portugueses estão a preparar um plano de contingência no valor de 0,5% do PIB (850 milhões de euros), que passará em grande medida por "reduções adicionais na factura salarial e por um aumento da eficiência no funcionamento da Administração Pública". O PÚBLICO apurou que o Governo tem em cima da mesa várias opções.

Leia mais no PÚBLICO deste sábado e na edição online exclusiva para assinantes. Agora, as assinaturas podem ser diárias, por 0,60 euros.