Um provincianismo perigoso

Não há nenhuma questão nacional que não dependa do estado do mundo, seja a economia, seja a política interna, seja a questão fundamental da paz e da guerra.

Ouça este artigo
00:00
04:25

Neste 2024 tudo vai ser dominado pelas relações internacionais no ano de todos os perigos. Não há nenhuma questão nacional que não dependa do estado do mundo, seja a economia, seja a política interna, seja a questão fundamental da paz e da guerra. Se há alturas em que o provincianismo, o paroquialismo e outras classificações pejorativas fazem todo o sentido é para nomear a indiferença e provavelmente muita ignorância sobre questões internacionais em plena campanha eleitoral.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.