Shakira fala pela primeira vez sobre as acusações do fisco espanhol e promete combatê-las

“Tenho de lutar pelo que acredito porque estas são acusações falsas”, afirma a cantora colombiana conhecida por êxitos como “Hips Don’t Lie”.

Foto
A cantora responde publicamente pela primeira vez às acusações Reuters/PIROSCHKA VAN DE WOUW

A superestrela pop colombiana Shakira prometeu lutar aquilo que, alega, serem acusações “falsas” das autoridades espanholas por fuga ao fisco no valor de 14,5 milhões de euros, na primeira declaração pública sobre um caso que pode levá-la a cumprir uma pena de prisão de até oito anos.

Shakira, de 45 anos, pode ir a julgamento em Espanha, estando acusada de não ter pago impostos entre 2012 e 2014, período em que afirmou estar a levar uma “vida nómada” por causa do seu trabalho.

“Tenho de lutar pelo que acredito porque estas são acusações falsas”, disse a cantora do êxito “Hips Don't Lie” à revista Elle, numa entrevista publicada online, nos Estados Unidos, na quarta-feira e que deverá ser publicada na edição impressa de Outubro. “Devo-lhes zero.”

O documento do procurador, a que a Reuters teve acesso, afirma que a cantora passou mais de metade de cada ano em Espanha, entre 2012 e 2014, e, em Maio de 2012, comprou uma casa de família em Barcelona. Em Julho do ano passado, um juiz espanhol disse ter visto “provas suficientes” para que Shakira fosse julgada. Uma segunda juíza rejeitou o recurso da cantora contra a decisão, em Maio.

Shakira, que em Julho rejeitou um acordo extrajudicial com o procurador, afirma que as autoridades a perseguem “com os olhos postos no prémio” e após descobrirem que namorava com Gerard Piqué, jogador de futebol espanhol do Barcelona .

“Enquanto eu e o Gerard namorávamos, eu estava numa digressão mundial. Passei mais de 240 dias fora de Espanha, por isso não havia maneira de me qualificar como residente”, conta.

“As autoridades fiscais espanholas viram que eu namorava com um cidadão espanhol e começaram a salivar. É evidente que queriam ir atrás desse dinheiro, fosse como fosse”, continua a artista.

Shakira acrescenta que já tinha pago tudo o que o fisco espanhol disse que devia antes de o Fisco dar entrada a uma acção judicial.

A cantora afirma estar confiante porque se comportou de forma correcta e transparente, desde o início. E sugere que as autoridades espanholas “recorreram a uma campanha de imprensa obscena” para prejudicar a sua reputação.

A combinação da sua recente separação de Piqué, uma batalha pela custódia dos dois filhos, a doença do pai e “a luta em frentes diferentes” significava que a cantora enfrenta, “provavelmente, a hora mais escura” da sua vida, confessa.

A Reuters contactou o Ministério Público espanhol, que não estava disponível para comentar.

Sugerir correcção
Comentar