Um milhão de euros premeia médicos que ajudaram a “curar” ou evitar a cegueira

Prémio António Champalimaud de Visão distingue este ano Claes Dohlman e Gerrit Melles pelo trabalho desenvolvido no tratamento das lesões da córnea - uma das principais causas de cegueira a nível mundial.

Foto
Gerrit Melles, Claes H. Dohlman Nuno Alexandre

Gerrit Melles diz, logo à partida, que ainda não sabemos nada quando falamos de tratamento das lesões da córnea. Será força do exagero, claro. Mas o oftalmologista neerlandês quer mesmo reforçar que ainda há muito trabalho por desenvolver nesta área: afinal, as lesões na córnea são uma das principais causas de cegueira em todo o mundo.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários