Preços do gás estão a provocar uma “hemorragia na tesouraria das empresas”

Na cerâmica e no têxtil, dois dos sectores mais afectados pelo agravamento do custo do gás natural, acredita-se que há “abertura” do Governo para melhorar os apoios à indústria. Empresas já estão a perder encomendas para países com custos mais baixos.

Foto
Estado já pagou 11 milhões de euros de apoios do programa Apoiar Indústrias Intensivas em Gás, com destaque para o têxtil, cerâmica e metalúrgica Adriano Miranda

“É uma situação muito urgente. Quando o corpo tem uma hemorragia, se não for travada, o organismo colapsa”, com as empresas passa-se a mesma coisa, os preços do gás estão a provocar “uma hemorragia na tesouraria das empresas”, ilustra o presidente da ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, Mário Jorge Machado.

Sugerir correcção
Ler 12 comentários