Chineses e japoneses afastados da corrida à maior compra de comboios para a CP

Júri decidiu excluir a CRRC por não demonstrar a equivalência das normas técnicas chinesas às europeias. Hitachi terá desistido porque nem respondeu à notificação para apresentar documentos.

Foto
A fábrica de Guifões deverá receber uma parte importante da montagem das composições Paulo Pimenta

O concurso para a maior compra de comboios de sempre para a CP deixou de contar com a participação da CRRC Tangshan e da Hitachi. Mantêm-se na corrida os franceses da Alstom, os espanhóis da CAF, os suíços da Stadler e o consórcio germano-luso-espanhol formado pela Bombardier, TST e Talgo.

Sugerir correcção
Comentar