Margaret Atwood: “As gerações mais novas nasceram numa época em que estava tudo bem”

A escritora e empresária canadiana foi uma das oradoras a abrir o palco da Collision, o evento irmão da Web Summit, em Toronto. Ouviram-se ideias de mulheres para usar a tecnologia para criar um mundo melhor.

Foto
A escritora Margaret Atwood foi uma das mulheres que abriu a edição de 2022 da Collision Collision

Não é difícil que as gerações mais novas no Ocidente se sintam desesperadas porque nasceram numa era em que as coisas eram melhores. E em 2022, o mundo está a recuperar de uma pandemia, a guerra voltou à União Europeia, e a crise climática continua. A tese é da escritora e empresária canadiana Margaret Atwood, mais bem conhecida pelo romance distópico A História de Uma Serva (The Handmaid's Tale), que foi uma das oradoras a abrir o palco da Collision, o evento irmão da Web Summit, em Toronto, no Canadá. Para Atwood, “as coisas já foram bem piores”.

Sugerir correcção
Comentar