Depp vs Heard. Um caso mediático pode servir para aumentar as denúncias de violência doméstica, “independentemente do género”

O caso que opôs Johnny Depp e Amber Heard pôs o mundo a falar de violência doméstica. Seja qual for o lado defendido, “quando há casos com figuras públicas, é sempre positivo para alguém”.

Foto
O caso em questão teve a mais-valia de “trazer a violência doméstica para a discussão pública” Jason Leung/Unsplash

Maria, nome fictício, não percebeu de início que estava numa relação com um agressor. Só quando os abusos se tornaram físicos e sexuais conseguiu ler a violência psicológica à qual tinha sido sujeita ao longo da relação, que não chegou a durar dois anos.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários