Varíola-dos-macacos: Portugal junta-se à União Europeia para compra centralizada de vacinas

Especialistas dividem-se sobre a necessidade da vacinação, que estará a ser estudada pela DGS. Uma semana depois do anúncio dos primeiros casos e três semanas depois da primeira amostra recolhida, a DGS avança que Portugal participará na compra de vacinas através da União Europeia.

Foto
Alemanha, Dinamarca, França e Reino Unido já avançaram ou anunciaram intenções de avançar com planos de vacinação para contactos de risco Ricardo Lopes

Uma semana depois dos primeiros casos anunciados em Portugal, há avanços numa potencial estratégia conjunta da União Europeia à varíola-dos-macacos (também conhecida como vírus monkeypox, ou VMPX). Margarida Tavares, porta-voz da Direcção-Geral da Saúde (DGS) para este surto, confirmou ao PÚBLICO que Portugal participará “na compra [de vacinas] através do mecanismo central europeu.”

Sugerir correcção
Ler 1 comentários