Políticas internas da Suécia e da Turquia devem adiar adesões à NATO

Uma deputada de origem curda retirou o apoio ao Governo sueco, privando-o de maioria parlamentar. Erdogan espera desviar a atenção da economia para não ser penalizado nas eleições do próximo ano.

Foto
A deputada sueca de origem curda Amineh Kakabaveh Christine Olsson/TT News Agency/via REUTERS

Sugerir correcção
Ler 9 comentários